Escória, lixo, vermes

Esta semana, enquanto a população catarinense e brasileira tentava absorver, compreender ou acreditar na tragédia ocorrida com o avião que levava a equipe da Associação Chapecoense de Futebol à final da Copa Sul-Americana, nossos deputados davam um golpe derradeiro na operação Lava Jato, quando votaram, na calada da madrugada, uma aberração do que sobrou das 10 Medidas Contra a Corrupção, ideia nascida para aplacar o roubo de dinheiro público, mas que virou uma retaliação ao Judiciário brasileiro após as emendas dos parlamentares ao texto original.

Filhos de quengas

Os deputados enrolados com a corrupção decidiram desfigurar as 10 Medidas Contra a Corrupção e não satisfeitos, aproveitaram o momento de dor e consternação para buscarem uma vingança contra os promotores e juízes que participarem de investigações contra agentes políticos. O partido que já mandou em Navegantes, mas hoje lambe suas feridas no ostracismo da política dengo-dengo, o PMDB, foi a sigla que articulou para que o golpe fosse aplicado e quase que a totalidade de seus parlamentares optaram por criar a lei que dá salvo conduto para os bandidos do colarinho branco.

Nome aos bois

Vale ressaltar que dois deputados do PMDB, muito bem votados em Navegantes, fizeram parte deste complô criminoso e votaram a favor desta lei salva ladrão, que nada mais é do que um tapa na cara de cada brasileiro sério pagador de impostos, já que favorece a esbórnia e a corrupção desenfreada. O primeiro deles é Mauro Mariani, que recebe em terras dengo-dengo o apoio da família Cabral. Este calhorda e safado utilizou os votos navegantinos para livrar a cara de seus companheiros metidos em corrupção. O segundo foi Rogério Penhinha Mendonça, outro sem vergonha que veio em nossa cidade pedir votos para agora utilizar o mandato a favor de bandidos.

Tem tucano também

Mas vale ressaltar que o ex-prefeito de Joinville, Marco Tebaldi (PSDB), que possui base parlamentar e apoio em nossa cidade, indo na contra mão de seu partido, onde quase todos votaram contrários à famigerada lei, acabou sendo favorável a esta aberração. Completando os desavergonhados catarinenses que ajudaram a aprovar a lei a favor da corrupção e contra juízes e promotores estão Jorginho Mello (PR), Pedro Uczai (PT), os peemedebistas Ronaldo Benedet e Valdir Colatto, além de Ângela Albino (PCdoB). A comunista Ângela faz os brasileiros sentirem saudades do tempo em que comunistas eram acusados de comer criancinhas. Hoje os comunas gostam mesmo é de corrupção e se lambuzam com ela.

Careca do mal

O Esperidião Amim (PP), outro parlamentar que possui boa base em Navegantes, foi ao cúmulo da cretinice e cara de pau ao se abster da votação. Demonstrou todo seu cinismo neste vergonhoso ato. Prefiro os calhordas do Peninha ou do Mauro Mariani, que pelo menos deram suas caras a tapa e demonstraram estarem ao lado dos bandidos. Já o careca Amim decidiu fazer de conta que não estava de lado algum, mas, ao se abster, fez grande desserviço ao seu mandato, hoje manchado por esta votação.

Gente séria

Há de destacar que para cada desonesto Mariani ou Peninha da vida, há outro parlamentar sério e Celso Maldaner (PMDB), Edinho Bez (PMDB), Jorge Boeira (PP), Geovânia de Sá (PSDB) e Carmen Zanotto (PPS) ficaram do lado do bem nesta votação. Ou seja, snove catarinenses optaram pela bandidagem, pela corrupção, enquanto apenas cinco decidiram ouvir a voz das ruas, os anseios dos brasileiros de bem que não querem mais sustentar políticos corruptos.

E você eleitor?

Peço ao eleitor consciente de como é difícil pagar impostos no Brasil para depois vê-lo desviado para contas de políticos corruptos, que dêem a lição ao Mauro Mariani, Rogério Peninha e Marco Tebaldi, quando estes safados vierem pedir os votos dos navegantinos para depois utilizarem seus mandatos para defenderem o roubo de dinheiro público. Enquanto nossa cidade não tiver uma representatividade composta por gente séria e, principalmente, daqui, não será possível vermos a cidade melhorar. Chega de votar nesta escória que só pensa em corrupção, sem tempo para fazer algo de bom para a população de bem.

Falou bonito

No evento de entrega do Prêmio O Navegantes Destaque 2016, noite marcada pela excelente presença de público, o prefeito Roberto Carlos de Souza (PSDB) fez uso da palavra e acabou mostrando-se um profeta, já que repetiu praticamente o discurso de 2015. Bob no ano passado dizia que o horizonte delineava uma grave crise econômica e que somente a união de toda a sociedade navegantina poderia garantir dias melhores. Pois passado um ano, o discurso continua atualizado e 100% condizente com o momento pelo qual passamos, cuja necessidade de união se faz imprescindível para que a cidade atravesse esta fase sem maiores percalços.

Tem razão

Roberto conclamou aos presentes, autoridades políticas, empresariais e importantes membros da sociedade, que busquem a união, que todos estejam envolvidos com os projetos que visam o futuro dengo-dengo. Bob mais uma vez foi contundente com as palavras e seria importante que todas as chamadas forças vivas da sociedade juntassem esforços para buscar um futuro melhor para nosso município.

DEIXE UMA RESPOSTA