Cerca de 10 toneladas de pescados serão distribuídas gratuitamente para a população no sábado (03) durante a Festa do Peixe, em Itajaí. Neste ano o evento será na Vila da Regata, ao lado do Centreventos, das 10h às 16h. Tainha, anchova e sardinha serão as estrelas da festa, que homenageia os pescadores da cidade e comemora a retomada da pesca industrial da tainha. Também estão confirmadas atrações culturais e recreação gratuita para as crianças.

A Festa do Peixe contará com a participação de 26 entidades/secretarias, que servirão pescados ao público nas versões assado, grelhado e frito. A novidade deste ano é o novo local da festa que começou a ser montado na última terça-feira (30), com amplo espaço para circulação da comunidade. A expectativa é que a festividade reúna em torno de 15 mil pessoas.

Para animar os visitantes, Louise Lucena e Banda comandam o palco da festa a partir das 11h30. O encerramento fica por conta do Grupo Desafio, das 14h às 16h. Para as crianças, haverá uma área exclusiva de recreação gratuita, com piscina de bolinhas, brinquedos infláveis, pintura facial e entrega de balões em formato de bichinhos.

Organização

O público ainda contará com uma área com mesas e cadeiras, com capacidade para 800 lugares sentados. Também haverá bares com venda de bebidas, tendas e banheiros contêineres. O evento terá segurança e apoio da Guarda Municipal, Codetran, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

Apoios

Organizada pelo Município de Itajaí, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Turismo e Eventos, a Festa do Peixe conta com apoio da Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca, do Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) e do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Pesca de Santa Catarina (Sitrapesca). Os associados das entidades do setor farão a doação dos pescados ao evento.

Porto pesqueiro

Com aproximadamente 700 embarcações de pesca industrial, cerca de 40 indústrias de pescados congelados e a maior enlatadora de pescados da América Latina, Itajaí é o maior porto pesqueiro do Brasil e referência em tecnologia, inovação e qualidade na pesca. O setor também representa o segundo PIB da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA