Bem certa não é

Esta semana uma confusão envolveu o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (MDB), o vereador Fernando Pegorini (PP) e a mãe dele. Em um evento público, a progenitora do edil teria chamado o alcaide de ladrão, que teria rebatido chamando-a de louca. A senhora estava com um cartaz na mão e jogando para a galera em um protesto que mais do que ridículo, restou evidente tratar-se de questão pessoal, ou seja, Pegorini estava lá em causa própria, não em atividade intrínseca ao cargo que ocupa no Legislativo. Fernando partiu com tudo para cima de Volnei, demonstrando desequilíbrio e falta de respeito, pois gostando ele ou não, trata-se do chefe do Executivo, eleito pelo voto popular.

MMA ao vivo

Não fosse a turma do deixa disto, certamente os dois políticos teriam saído no braço, o que chegou perto de acontecer. É claro que Morastoni não é obrigado a aceitar qualquer tipo de ofensa, mas esteja ele certo que depois deste episódio, tentarão, de todas as formas, tirá-lo do sério em aparições públicas, o mesmo feito em 2008 e lá atrás a estratégia deu certo. É bom dar um chá de maracujá para o italiano, pois na última reeleição, seu gênio forte foi fator preponderante para a derrota.

Fogo amigo

O deputado Coronel Mocelin (PSL), como já publicado neste espaço, está tentando se cacifar para as eleições de 2020, mas encontra um forte adversário, seu colega de partido, o governador Carlos Moisés. Semana passada, o inquilino da Casa D’Agronômica publicou o decreto 146/2019, o qual tira dos municípios exportadores o crédito de ICMS, levando-o para o local onde o item exportado fora produzido. Isto pode quebrar as cidades de Itajaí e Navegantes, cuja atividade portuária é a mola mestra da economia. Não adianta de nada o deputado fazer cara de bom moço, comer pastel em endereços conhecidos, se o governador joga contra a cidade e a região, em todas as oportunidades que pode.

Avestruz

Liguei na quarta-feira (26) diversas vezes para o gabinete de Mocelin, até falar com um cidadão de nome Marcelo Tolentino, que viria a ser o assessor de imprensa. Expliquei ao rapaz que gostaria apenas de uma palavra do deputado, sobre o que ele pensa do decreto 146/2019. Até o fechamento da coluna, não houve sequer uma resposta. Ou porque o parlamentar não tem o que dizer, ou prefere colocar a cabeça no buraco, enquanto finge importa-se com Itajaí e região.

O que fizemos?

Questiono o tempo todo, quais são os motivos que levam o governador Carlos Moisés ter raiva de Itajaí e região. Em recente fala na Assembleia, o secretário da Fazenda, Paulo Eli, disse que pretende retirar benefícios da pesca aqui da região para alocá-los em Laguna. Ele falou que o Sul precisa desenvolver, deixando na entrelinha que o Litoral Norte pode ser prejudicado, pois está bem, o que não é verdade. Não dá para entender como um chefe do Executivo catarinense pode desprezar um povo que votou massivamente nele. Itajaí, Navegantes e Porto Belo respondem por 90% de tudo o que é pescado em Santa Catarina e 25% de tudo o que é pescado no Brasil. Difícil entender a causa de Carlos Moisés pretender quebrar financeiramente a nossa região.

Falta D’Água

O promotor Marcio Gai Veiga, da 4ª Promotoria de Navegantes, falou na última terça-feira (25) sobre a operação que entre outros, levou para a cadeia, temporariamente, o vereador e presidente da Câmara, Valmir Cesar Francisco (PSDB), o Chero, o secretário municipal de Saneamento Básico, Joab Bezerra Duarte Filho e o servidor Humberto Galvez Junior. Ele disse ter encontrado, em dados de quebra de sigilo bancário, evidências de fraudes. Produtos seriam faturados a mais do que era entregue para o município e os lucros do suposto superfaturamento eram divididos entre os integrantes da organização que praticava tais delitos. A fraude na Sesan é mais uma herança maldita do governo Roberto Carlos de Souza, pois toda a trama inicia em 2014, sendo que Bob inclusive alterou a lei para que Chero pudesse assumir a pasta.

Picadeiro pronto

Perguntei ao promotor se o prefeito Emílio Viera (PSDB) ou Bob Carlos poderiam ser investigados ou se o processo poderia chegar até eles, por terem nomeado as pessoas para os cargos que permitiu os supostos ilícitos e ele disse que não, que o inquérito está encerrado, já tendo sido apresentado à Justiça, ou seja, a CPI convocada na Câmara Municipal de Navegantes será mesmo só para dar sequência ao circo que alguns edis pretendem armar. Os denunciados agora irão apresentar as suas defesas. Vale ressaltar que todos os envolvidos são inocentes até o transito em julgado da ação.

E a presidência?

Conversei com Cirino Adolfo Cabral Neto (MDB), presidente em exercício do Legislativo dengo-dengo e ele relatou que irá aguardar para tomar alguma atitude em relação ao afastamento de Chero, que está proibido de pisar na Câmara. O vereador explicou que a casa ainda não fora notificada da ação que corre na Justiça, desta feita, resta aguardar para definir qual será o procedimento daqui para frente. Pelo regimento, a mesa diretora precisa agir após 120 dias de afastamento do presidente e, passado este período, precisará convocar eleição, tendo 30 dias para realizar o escrutínio. Se a decisão contemplar todo o prazo previsto, isto pode se resolver lá pelo fim de novembro.

Vade retro Satana

Na sessão de segunda-feira (24) da Câmara de Navegantes, apanhei até no céu da boca, só não fui chamado de santo por uns vereadores, mas agradeci, pois isto mostra que não compactuo com políticos depravados e aduladores de bandidos. Continuo batendo na tecla que deveriam investigar os parlamentares que negaram o pedido de informação sobre as empresas ora denunciadas. Além do mais, um de meus agressores, sequer honra as calças que veste, sendo moleque de recados do Juliano de Maria e do Quinzinho, aquele ex-secretário de Obras ladrão que ganhou esse apelido pelo percentual em propinas que cobrava.

Assédio sexual

Contra outro desafeto deste rotundo e néscio caça letras, pesa o fato de ser um estúpido tarado, que tempos atrás passara a mão nas partes íntimas de uma servidora do Legislativo, fato amplamente conhecido na casa das leis. Um despudorado que desrespeita as mulheres, um lixo, escória da sociedade. Esta gente mede os outros pela própria régua, então peço um favor, continuem falando mal de mim, pois não me misturo com esta banda podre da política. Em breve irei esmiuçar para os leitores o episódio completo do velho tarado, com todos os detalhes sórdidos de tal acontecimento.

<>SOBE<>

Em Itajaí o Dia do Pescador, celebrado amanhã, sábado (29), será especial, com a volta do Caminhão do Peixe que oferece pescados a preços acessíveis

<>DESCE<>

Evando Eredes dos Navegantes foi condenado por ato praticado enquanto prefeito de Penha e, além de pagar multa, teve os direitos políticos cassados

DEIXE UMA RESPOSTA