No longínquo ano de 2008, uma enchente, das mais cruéis já vistas na região, causou sérios prejuízos ao Porto de Itajaí, destruindo parte dos berços de atracação. Após 11 anos, na segunda-feira (17), o prefeito Volnei Morastoni (MDB), ao lado de autoridades como o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), senadores, deputados estaduais, vereadores, empresários e membros da comunidade, realizou a entrega do berço 4, o que garante que a partir de agora será possível operar novamente com a capacidade máxima. “A importância deste porto está mais que comprovada, tudo que se investe aqui tem resultados positivos. Com a inauguração do berço 4, o porto está na sua plenitude, com a dragagem do canal feita, com a dragagem de manutenção contratada e com outras obras já em andamento, que colocam o nosso terminal em um momento privilegiado”, afirmou Volnei. Em fala proferida no momento da inauguração, Morastoni ainda traduziu a citação em números, dizendo que um dólar investido no porto pelo Poder Público, resulta em outros US$ 200 investidos pelo setor privado.

Agora, o porto passa a ter quatro berços, totalizando 1.047 metros de extensão, o que irá permitir a atracação de navios com 336 metros de comprimento, após a conclusão de obra da nova Bacia de Evolução. O total em investimentos realizados pelo governo Federal nos berços 3 e 4 foi de R$ 161 milhões, sendo que as estruturas receberam benfeitorias no alinhamento e reforço.

Ministro

Para o ministro Tarcísio de Freitas, “a conclusão das obras, associadas a outras que estão sendo realizadas como a dragagem portuária e da bacia de evolução, vai beneficiar toda a cadeia logística da região. Agora, o porto terá condições de receber mais atracações, atender novas demandas do mercado, com geração de empregos, contribuindo para melhorar a economia e desenvolvimento socioeconômico de Santa Catarina”, avaliou.

Números

O Porto de Itajaí é o primeiro do país na movimentação de congelados e o segundo na movimentação de contêineres, movimentando 5% da balança comercial do Brasil e mais de 70% da balança comercial de Santa Catarina. Para o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, a conclusão das obras coloca o município em uma nova etapa de crescimento.

Ampliação

Volnei mencionou que em breve a área primaria do porto será ampliada em 40%. O investimento municipal será feito com recursos da compra do terreno do Centro Integrado de Saúde (CIS), que pertencia à União. Outros R$ 5 milhões foram investidos em equipamentos que irão tornar o Porto de Itajaí um dos mais modernos do país.

Superintendente

“A plenitude de atendimento se reflete em competitividade, porque aumentamos o número de embarcações que podem ser recebidas ao mesmo tempo e a atividade portuária, que está em 25 mil contêineres por mês. Com os berços prontos prevemos aumentar ainda mais essa movimentação”, pontuou o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

Outros compromissos

A entrega dos berços no Porto de Itajaí aconteceu no início da tarde, mas o ministro da Infraestrutura cumpriu extensa agenda desde as primeiras horas da manhã de segunda-feira na região. O primeiro compromisso foi a vistoria às obras de duplicação da BR-470/SC, com a liberação do tráfego em oito dos 26,3 quilômetros entre os municípios de Ilhota e Gaspar.

Facilita escoamento

O ministro avaliou que a as melhorias na rodovia permitirão aprimorar o escoamento da produção da região oeste do estado pelo Complexo Portuário que abriga o Porto de Itajaí e a Portonave, além de representar uma integração fundamental à BR-101. “A BR-470 é uma prioridade para o Governo Federal. Estamos liberando 8 km de duplicação e em meados do ano que vem teremos boa parte desse trecho funcionando. A ideia é que até 2021 a gente possa concluir essa obra por inteiro”, afirmou Freitas.

Fórum Parlamentar

Após a liberação do tráfego, o ministro apresentou aos parlamentares de Santa Catarina o andamento e a execução das obras de infraestrutura no estado. A reunião aconteceu por iniciativa do Fórum Parlamentar Catarinense e foi realizada na sede da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), em Itajaí.

Prestigiada

Na reunião do Fórum Parlamentar foram registradas as presenças, além do ministro Tarcísio, do governador Carlos Moisés, de senadores e deputados, os prefeitos da região como Volnei Morastoni de Itajaí, Emílio Vieira (PSDB) de Navegantes e Aquiles Schneider da Costa (MDB) de Penha.

DEIXE UMA RESPOSTA